domingo, 27 de janeiro de 2013

Zezé di Camargo e Luciano fazem homenagem a Dona Canô



Depois de Caetano Veloso emocionar a todos na Festa de Nossa Senhora da Purificação, em Santo Amaro da Purificação, sua terra natal, Zezé di Camargo Luciano entraram no palco Gonzagão  para delírio da plateia. A dupla interrompeu as férias — eles voltaram para Miami neste sábado (26) —, nessa sexta-feira (25) a convite da família Veloso para homenagear  a matriarca Dona Canô, que morreu no último mês. “O convite direto da família de Caetano não é para qualquer um. Não cobramos nada porque ou é presente ou não é. Não existe presente pela metade. Esse show deveria ter acontecido há quatro anos. E dessa vez não tinha como adiar. É uma privilégio estar aqui diante dessa Igreja, onde Dona Canô era devota”, disse Luciano. A apresentação durou quase duas horas e, durante os intervalos dos hits da dupla, eles se declaravam para os baianos: “O melhor da Bahia é o baiano. Que felicidade! Essa é a nossa primeira vez em Santo Amaro e queremos voltar todo ano”, disse Zezé.
Licia Fabio, a top promoter de Salvador, fretou um ônibus com cerca de 50 pessoas direto para o Camarote da Purificação, em frente ao grande palco, e os convidados foram recebidos pelo prefeito Ricardo Machado. O evento vai até dia 2 de fevereiro e reunirá nomes da música brasileira como Gilberto Gil, Geraldo Azevedo, Chiclete com Banana, Mariana de Moraes, Roberto Mendes, Chico César, J.Velloso, Flávio Venturini, Baby do Brasil, Margareth Menezes e Angela Ro Ro. “Essa é uma das poucas festas de largo que trazem em sua programação a união da manifestação cultural, com a música popular brasileira e a música de sucesso atual. Essa diversidade cultural que existe em Santo Amaro é confirmada na grade de apresentações. Nossa ideia é deixar a festa sempre mais charmosa”, diz o cantor e compositor J. Velloso, também filho de Dona Canô, que assina a curadoria musical do evento.
A festa é uma homenagem a Luiz Gonzaga e Vinícius de Moraes. “Essa é a festa que Dona Canô mais gostava. Ela tinha uma alegria e uma satisfação muito grande em ter a cidade movimentada e aquecida. E aproveitava esse acontecimento para fazer suas reivindicações a favor de Santo Amaro. Se arrumava toda, ia para a igreja todos os dias e depois ainda queria assistir aos shows, ano passado viu Moreno Veloso se apresentar e adorou. É nossa responsabilidade fazer com que a festa esse ano seja a mais linda”, disse Rodrigo Velloso, secretário de cultura do município e filho de Dona Canô.
fonte: http://colunas.revistaepoca.globo.com

Nenhum comentário: